Sustentabilidade traz 1 real de retorno para 3 investidos
SROI (Social Return of Investment) atribui valor monetário a feitos de natureza não comercial
 
IEVA SELO IEVA DIVULGACAO

Rio de Janeiro, fevereiro de 2017 - A sustentabilidade em eventos pode gerar até 3 reais de retorno para cada real investido. A base deste cálculo é o SROI (Social Return of Investment, ou Retorno Social do Investimento, em português), instrumento que afere o retorno socioambiental de valores investidos em eventos por meio da mobilização de patrocinadores, investidores, colaboradores e apoiadores em ações específicas.

"Estas iniciativas envolvem ações com as comunidades locais, as religando com o mercado de trabalho através de ações socioambientais ligadas à economia criativa e solidária, com foco na geração de trabalho e renda", explica Alexandre Gontijo, presidente do IEVA (Instituto Eventos Ambientais).

A entidade presidida por Gontijo é responsável pelas ações desenvolvidas no Curta, Praia, projeto da Rede Globo em parceria com a Oi. Durante as cinco etapas do evento, que passou pelas praias de Copacabana, Conceição de Jacareí (Mangaratiba) e Icaraí (Niterói) durante o verão, foram promovidas oficinas de reciclagem com profissionais oriundos de comunidades carentes, além do maior mutirão de limpeza urbana do Rio de Janeiro, que retirou cerca de quatro toneladas de resíduos sólidos das areias fluminenses.

"O patrocínio de um projeto como o 'Curta Praia' oferece ao patrocinador, investidor, colaborador e apoiador um retorno na proporção de um para três. Ou seja: a cada 3 reais investidos economicamente, o retorno socioambiental corresponde a 1 real investido na prevenção à criminalidade, ao analfabetismo e ao desemprego, entre outras mazelas", garante Gontijo.

Segundo ele, o foco do projeto é capacitar pessoas desmotivadas, que possam encontrar na formação socioambiental uma alternativa viável para o seu crescimento profissional. E a motivação gerada por essa "reciclagem de carreira" é a chave do SROI.

"Esta motivação representa no mercado uma moeda de destaque. É o retorno para o patrocinador, investidor, colaborador e apoiador de um resultado que irá fomentar maiores investimentos de seus acionistas", afirma o presidente do IEVA.

A forma de atestar que as melhores práticas socioambientais foram aplicadas ao Curta, Praia é a entrega do Selo IEVA de Evento Sustentável à Rede Globo, Oi e New Quality. O selo confirma que as organizadoras do evento cumpriram com as normas da ISO 20.121, contribuindo para os ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) definidos pela ONU (Organização Nações Unidas).

"O Selo IEVA representa um diferencial nos efeitos socioambientais do produto desenvolvido, pois dá ao participante do evento e ao público presente a certeza de estarem indiretamente contribuindo para os ODS. E isso, logicamente, aumenta os valores sociais e ambientais de quem o recebe", conclui Gontijo.

--